FeedIndex


Leonce e Lena , escrita em 1836, é a única comédia de Georg Büchner. A peça trata da história de dois jovens nobres, o príncipe Leonce, do Reino de Popo e a princesa Lena, do Reino de Pipi. Ambos estão prometidos em casamento, mas fogem porque rejeitam essa ideia. Por acaso, encontram-se e se apaixonam, sem chegar a conhecer suas identidades. No desfecho, o rei aceita casar os dois disfarçados de títeres sofisticadíssimos, para não abdicar da festa. A montagem do Teatro Máquina cria, em chave esportiva, situações de jogo que expõem o encontro dos jovens amantes em uma dinâmica de velocidade e brincadeira, oferecendo ao público um pretexto para a discussão sobre o ócio e a liberdade.

Sobre a remontagem
Leonce e Lena é um espetáculo do Teatro Máquina, cuja estréia aconteceu em 2005. O espetáculo teve uma carreira de cerca de dois anos, com apresentações pelos principais espaços de exibição de Fortaleza, além das participações no Festival Nordestino de Teatro de Guaramiranga e no Festival de Teatro de Fortaleza. O projeto de montagem foi vencedor do II Edital de Incentivo às Artes da Secretaria de Cultura do Estado do Ceará e foi apoiado pelo Goethe Institut e pelo Programa DAAD, através da Casa de Cultura Alemã/UFC. O espetáculo também realizou circulação pelas escolas públicas municipais através do Edital das Artes 2006 da FUNCET/Prefeitura de Fortaleza.

Em 2012, como parte das atividades de comemoração dos dez anos do grupo e dos 50 anos da Casa de Cultura Alemã da UFC, retomamos o projeto e começamos a remontá-lo. Percebemos que esse trabalho é maior do que uma reencenação, é necessariamente uma nova abordagem do material desenvolvido entre 2005-2007. O grupo brinca mais livremente com as noções de fábula, improvisação, jogo e narração, a fim de fazer do espaço de encenação um espaço de jogo que convoque o público a refletir sobre as questões postas pelo texto.



Ficha técnica
Direção: Fran Teixeira
Texto: Georg Büchner
Com:
Ana Luiza Rios – Lena
Edivaldo Batista – Valério
Felipe de Paula – Capelão da Corte
Levy Mota – Rei Pedro
Loreta Dialla – Rosetta e Governanta
Márcio Medeiros - Leonce
Música: Felipe de Paula e Levy Mota
Produção: Edivaldo Batista, Fran Teixeira e Levy Mota
Figurinos: Diogo Costa
Assistência de figurinos e adereços: Thais de Campos e Loreta Dialla
Arte gráfica: Frederico Teixeira
Iluminação: Walter Façanha
Cenografia: Teatro Máquina
Cenotécnico: Josué
Fotos: Davi Lázaro

* Clique aqui para baixar fotos do espetáculo em alta resolução.